Logo Mecalia
Shop / MCL System / Vasos de expansão / VASO DE EXPANSÃO AQUECIMENTO

Vasos de expansão

www

VASO DE EXPANSÃO AQUECIMENTO

Vasos de expansão pré-carregados com membranas substituíveis adequadas para serem instalados em circuitos fechados de aquecimento. Fabricado de acordo com a Diretiva Europeia 97/23/CE para equipamentos sob pressão, dois fundos unidos pelo processo de soldadura e procedimentos por pessoal homologado. Os modelos DP/VR y DP/VRV são fabricados, testados e verificados pela Mecalia.

AplicaçoesOs modelos de vasos de expansão DP/VR e DP/VRV são projetados para instalações de aquecimento que permitem absorver o aumento de volume causado pelo aumento da temperatura do líquido de aquecimento. Nas instalações de aquecimento quando a água é aquecida,

CARACTERÍSTICAS TECNICAS

Pressão Trabalho: 8 bar
Temperatura máxima de trabalho: -10ºC até +140ºC
Membrana: EPDM Substituível
Marcação: MarcadoCE de acordo com a directiva PED 97/23/CE.
Composição: Flange de aço galvanizado com proteção interior de polipropileno na zona de contacto com a água.
Mistura: Agua
Cor: Vermelho RAL 3000
Funcionamento: Entre a membrana e a chapa do deposito encontra-se uma câmara cheia de ar submetido a pressão. Uma vez ligado o vaso de expansão ao circuito a que se destina, a temperatura aumenta e com ela o volume de água. (imagem 1) Ao encher-se o interior da membrana com a água,esta vai empurrando a masa de ar que se comprime. O volume de água continua a expandir-se até atingir a temperatura máxima de funcionamento. Neste estado, a membrana ocupa quase todo o espaço do vaso (imagem 2). Quando a temperatura da instalação comença a baixar tambén o volume da agua comença a siinuir. O vaso de expansão comença então a devolver água ao circuito graças á pressão do ar presente na camara pressurizada. O ar empurra a membrana até voltar à pressão para o qual tinha sido desenhado inicialmente. Finalmente, quando o vaso volta a sua posição inicial, inicia-se um novo ciclo (imagem 3). No momento da instalação do navio numa instalação de aquecimento, devem ser mentes os seguintes pontos: * Antes de prosseguir com a instalação, assegure-se de que o volume do vaso de expansão foi calculado pelo pessoal autorizado. * O recipiente de expansão será colocado de preferência na tubagem de retorno, de modo a evitar a temperatura da água e danificar a membrana. Os recipientes de expansão serão montados obrigatórios entre a caldeira e a válvula de mistura, de preferência na tubagem de retorno à caldeira. * O vaso de expansão deverá ser instalado de modo que não se formem bolhas de ar. * Evite radiações próximas do vaso de expansão para proteger a membrana contra possíveis excessos de temperatura. * Não é permitida qualquer válvula que possa isolar o circuito do propio vaso de expansão. * Ajustar a pressão de enchimento do vaso à pressão da rede. (PINFLATING=PNETWORK+0.2bar).
Manutenção: A manutenção deve ser efetuada exclusivamente por pessoal autorizado. Pelo menos uma vez a cada seis meses, verifique através da válvula de enchimento que a pressão está correta, com a precaução de o fazer, contrastando valores à mesma temperatura e com a instalação despressurizada. Nunca desmonte o vaso sem ter despressurizado previamente a instalação. A pressão standard deve ser regular e ajustada em função da instalação em que se coloca. Durante o enchimento de água, assegure-se de que a pressão indicada no manómetro é ligeiramente superior à pressão estática da instalação. Mantenha a instalação à temperatura máxima de trabalho durante meio dia, retire o ar do sistema substituindo-o por água. Proteja o vaso das condições atmosfericas adversas Para evitar a corrosão interna nos vasos de expansão, recomenda-se a purga regular do circuito fechado.
Vantagens: Golpe de ariete diminui. Redução do consumo de água e energia elétrica, devido ao grupo de segurança, evitando fugas de água.